Como usar a escala pentatônica para improvisar de forma correta e simples no violão e na guitarra. Pratique os quatro treinos essenciais para começar a solar que nem profissional.

Para criar um solo rapidamente, ou improvisar de forma livre e consistente é preciso treinar pensando em quatro pontos essenciais. 

Nesta aula eu separei os quatro treinos que eu utilizo para turbinar a minha prática de violão e guitarra que me ajudaram ficar à vontade com a escala pentatônica maior. 

Os princípios da improvisação estão reunidos nessa aula porque é levado em conta a utilização da escala juntamente com a harmonia de um acompanhamento. A base do treino está fundamentada em quais notas da escala que devemos repousar para enfatizar a harmonia do acompanhamento. 

Bom, dada uma breve explicação do fundamento, vamos para a prática!

TREINO 1 – Memorizar a escala pentatônica

Esse é o momento de trabalhar uma técnica básica de digitação e o conhecimento das notas da escala no braço do instrumento. 

É importantíssimo memorizar a escala antes de passar para a próxima fase.

Digitação da Escala Pentatônica de Sol Maior na primeira posição:

 

Nome das notas da Escala Pentatônica de Sol Maior na primeira posição:

TREINO 2 – Grave e analise uma progressão harmônica simples

Escolha dois acordes simples na tonalidade de sol maior e grave um acompanhamento com um andamento devagar para utilizar como base de estudo. 

Para exemplo da aula eu utilizei dois compassos de Sol maior mais dois compassos de Dó maior. 

||4/4    G     |     G      |       C       |       C       ||

Analise as notas que compõem os acordes:

Excluindo as notas dobradas das digitações básicas dos acordes temos:

G = Sol, si e ré;

C = Dó, mi e sol.

TREINO 3 – Criar pequenas propostas melódicas com as notas componentes dos acordes no desenho da escala utilizado

Toque a escala livremente e repouse nas notas que compõem cada acorde para “sentir” a sonoridade das notas de repouso de cada acorde.

Notas de repouso do acorde de Sol maior dentro da escala pentatônica de sol maior:

Notas de repouso do acorde de Dó maior dentro da escala pentatônica de sol maior:

TREINO 4 – Tocar com o playback (a gravação) que você mesmo produziu

Esse é o momento de colocar tudo que você praticou dentro de um acompanhamento simples e devagar para se acostumar com o tempo de mudanças dos acordes. 

É importantíssimo que você tenha em mente sempre a contagem do compasso e principalmente a mudança dos acordes para repousar nas notas corretas que compõem cada acorde do acompanhamento. 

Bom, espero que você consiga aplicar todo esse conhecimento na sua prática diária e aos poucos começar a brincar com as notas da escala pentatônica!

Obrigado e deixei um comentário logo abaixo. 

Bons treinos.

Baixe gratuitamente os materiais em pdfs  do site haroldoribeiro.com!

Fechar Menu