Existem várias fórmulas de compassos possíveis para escrever os ritmos na partitura, mas apesar de parecerem complexas, as fórmulas de compassos seguem uma regra simples que talvez você não saiba que é tão simples assim.

Essa aula pode servir tanto para violão quanto para qualquer outro instrumento musical.

A escrita de fórmulas de compassos seguem uma lógica bem legal que facilita muito na hora de treinar os ritmos no seu instrumento.

Aposto que depois dessa aula você entenda melhor o que está por trás desses números no início da partitura.

Exemplos utilizados em aula

Quadro de proporções entre as notas:

Exemplos de fórmulas de compassos em base 4 (semínimas):

Exemplos de fórmulas de compassos na base 2 (mínima):

Exemplos em compassos com base 8 (colcheias):

Agora com o material escrito e a aula você tem em mãos as ferramentas necessárias para treinar várias formas de escrita de fórmulas de compassos. 

Obrigado e bons treinos!

Deixe logo abaixo um comentário se gostou desta aula.

Baixe gratuitamente os materiais em pdfs  do site haroldoribeiro.com!

Deixe uma resposta

Fechar Menu